sábado, 31 de dezembro de 2016

...Estamos na luta pra sobreviver!

(a.k.a "Retrospectiva 2016, pt 2)

Esse post é a versão 2016 de uma sugestão do (falecido) Rotaroots.


*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.**.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*


Janeiro



Em janeiro teve show da Mangueira de última hora, presente e cortesia da Renata Mie, com direito a Bethania, Chico, Angela Ro Ro, Martinália e grande elenco ♥


Em janeiro teve também Bloco Soviético, batom vagabundo e eu não conseguindo escrever "BAILE DE FAVELA" direito porque eu sou canhota, perdão.

Fevereiro



Em fevereiro teve Aniversário da Renaja com direito a um grande elenco de pessoas baixas ♥


Em fevereiro teve Carnaval e eu passei mal num bloco pela primeira vez - SEM BEBER - porque minha pressão caiu absurdamente. E fiquei com essas duas pessoas da foto (uma absurdamente bêbada e a outra passando tão mal quanto eu) ilhada em Perdizes sem saber o lado pro metrô. hahahahaha

Março


Em Março eu tava trabalhando no Centro antigo de São Paulo e tirando fotos maravilhosas como essa.


Em Março eu conheci a "casa de vidro" desse sujeito da foto, fiquei totalmente perdida e admirada com o fato de alguém conseguir morar numa "casa de vidro" sem se perder.

Abril


Em abril eu apareci na Globo na final do Campeonato Paulista de futebol fazendo o Amigo com Alma Russa morrer de rir com meus comentários sobre o DRONE que daria o chute inicial do jogo.
"Um drone, mano! Um drone, puta que pariu, é um drone!"


Em abril teve Hopi Hari por conta da firma do migo. Obrigada, firma do migo.


Em abril teve Trifon e teve essas duas moças maravilhosas ♥

Maio


Em maio eu comecei a trabalhar perto de casa e tirei fotos da igreja da Vila já que eles tiraram as árvores pra gente ver a fachada da igreja.


Em maio teve ENCONTRO DE NAJAS na casa do Nelxo, com direito a análises de letras do Roberto Carlos, bailinho e muito amô parmera.


Junho


Em junho teve Festa Junina e eu comi pra caralho.

Julho


Em julho teve Lo & Samuel Rosa e meu Deus, eu descobri que se eu for namorar de novo um dia vai ser com alguém que me olhe do jeito que o Lo olha pro Samuel.

Agosto


Em Agosto teve Parmera. Pra caramba.


Parmera até não caber mais, até avatar Parmera teve.

Setembro


Em setembro não teve mais </3

Outubro


Em outubro teve a festa surpresa mais maravilhosa que eu já participei na vida, pra uma das pessoas mais incríveis que eu conheci esse ano. Tudo com muito Parmera no meio, claro, porque tudo de bom que aconteceu esse ano teve o Parmera no meio.


Em outubro teve também rolês avulsos Carregada e Amigo com Alma Russa, minha dupla predileta desde 2010. Teve retorno dos emails matinais também ♥

Novembro




Dezembro

Em dezembro teve minha campanha pra doação de sangue (e essa sou eu doando dia 21 com minha tia ao fundo).


E em dezembro teve mais minha família, como foi em 2016 inteiro. Não foi um ano totalmente terrível, eles estiveram sempre comigo ♥




....E eis minha última selfie de 2016:


domingo, 25 de dezembro de 2016

Merry Christmas I don't want to fight tonight

Oi, gente. Como 'cês tão?
Espero que empanturradinhos de comida, com os olhinhos pequenininhos de tanto comer e beber e com alguns presentes bons a mais na conta - mas tudo bem se não tiver nada disso desde que estejam felizes. A quem interessar: O final de semana foi o melhor momento da minha (hã...) semana, contando nisso o meu aniversário. 

"Ainnn, você teve um aniversário ruim?"

Olha, só a parte que eu passei no trabalho - porque meu chefe é um merda - mas, levando em conta que eu passei das 8h às 18h naquele lugar... O dia só ficou bom quando eu pisei em casa e tinha festa surpresa pra mim organizada pelos meus pais.

Eu preciso falar do meu chefe, eu preciso falar do meu aniversário, eu preciso falar dessa semana e de um ou outro assunto daorinha aí que rolou, mas eu tô é bem ROLANDO DE CHEIA de tanto que eu comi nesse Natalzão gostoso de meu Deus (e ainda não acabou porque tenho um monte de doce não comido na geladeira e meu pai tá fazendo churrasco de novo) e a preguiça é a mãe de todos os pecados (mas mãe é mãe e a gente precisa respeitar). Vamos a um CATADÃO DE ASSUNTOS só pra manter aqui atualizado.

1. Sábado passado, dia 17, acordei de cu virado e decidi que ia cortar o cabelo. Mas não cortar POUQUINHO: Eu ia CORTAR PRA VALER, PRA CARALHO, UM MONTÃO o meu cabelo. Superei o meu medo de virar o Mike Myers no filme que ele é um gato e virei A PAOLA BRACHO (inclusive se a segunda foto fosse um vídeo ela teria essa trilha sonora). Confiram comigo o Antes e o Depois:





2. Aniversário da minha melhor amiga foi dia 19 e fomos pra casa dela cantar no videokê e comer pavê e rabanada (porque ela tá viajando e não passou o Natal no Brasil, o que implicou no fato de que a mãe dela não fez os doces, mas ela foi ixperta e pediu de aniversário no lugar do bolo). Bela noite. Cantei, exibi meu cabelinho novo e, na hora do parabéns, puxei um coro pra todo mundo cantar a música da Panificadora Alfa. Porque é esse tipo de amiga que eu sou.




3. Caras, ouçam a música da Panificadora Alfa;



4. Eu ACHO que finalmente virei a musa de alguém. ACHO.
Porque não sei se já contei esse meu trauma aqui mas, nessa história de só namorar engenheiros, eu nunca tinha ganhado UMA LINHA escrita pelos meus amores - e eu lamento até hoje nunca ter guardado cópia das coisas lindas que escrevi pra todos os ex-namorados, porque eram todas lindas.
Aí eu tinha suprimido superado isso, até que dia desses um dos caras que foi assunto recente nesse blog (não direi qual [mas só teve um, então...]) escreveu um texto sobre dar mancada e o famoso ghostling ocasionado pela babaquice que olha, só não me fez vestir a carapuça e sair pulando por aí porque meu cabelinho tá realmente bonito demais pra eu colocar um chapeuzinho e esconder. Mas eu mostrei pra todo mundo e desenvolvi sentimentos conflituosos sobre o texto, o cara e a situação como um todo. Porque, se era pra mim, o cara SABE que foi babaca e contina sendo babaca mesmo assim, o que faz dele um babaca E UM BUNDA MOLE. E, se não foi pra mim, o cara foi babaca COM OUTRA PESSOA e puta que pariu, aí ele é só babaca e dói pra caramba saber que tenho sentimentos conflitantes sobre uma pessoa que tem por hábito ser babaca. Deu pra entender? Não, né. Pois bem. Eu só decidi contar meio por cima aqui porque preciso falar disso algum dia e esses lembretinhos servem pra eu ler e falar "ahhh, acho que já prescreveu esse aqui e já dá pra contar, vamos lá". E tem o bônus de ter visto um comentário no post que me fez ver que a internet é, de verdade, uma bolha. HAHAHAHAHAHAHA (chorando no cantinho).


5. PANIFICADORA AAAAAAAAAAALFA (PÃO QUENTINHO A TODA HOOOOORA)
Essa música gruda.


6. Meu chefe foi extremamente babaca comigo no dia do meu aniversário e sem motivo. Mais de uma vez, de modo constante, durante o dia INTEIRO. E eu cheguei em casa soluçando de tanto chorar e foi bem chato porque, como eu disse, tinha bastante gente lá porque tava rolando uma festa surpresa pra mim. É. Nem deu pra disfarçar que era choro de alegria porque eu CHEGUEI CHORANDO. Agradável demais, meus irmãozinhos.
O bom é que eu já tinha falado sobre isso com meus amigos durante o dia e eles tinham me dito que, quando a gente se visse, eles iriam compensar o meu dia ruim. Eu só não sabia que a gente ia se ver NO MESMO DIA - o que foi tudo mais legal.

7. Meus amigos, cara.... Eu preciso falar dos meus amigos.
2016 foi um ano merda e eu não canso de repetir isso, mas POR CAUSA DOS MEUS AMIGOS (e dos meus pais, mas calma) o ano foi absurdamente mais tolerável. Meus amigos foram incríveis. TODOS ELES. Não só os Parmera, embora eu fale mais deles do que de todos os outros, mas os outros também. Principalmente o Amigo com Alma Russa e a Carregada. Meu Deus, eu acho que o ano teria sido MUITO PIOR se eu não tivesse esse bando comigo. Eu acho que nunca terei como agradecer completamente aos meus amigos por terem estado ao meu lado durante esse ano. Eu vou tentar, mas não sei se vou conseguir.
Segue uma foto dos dois (porque só postei Parmera o ano todo):



Aliás, faço um adendo aos leitores desse blog que ME CUMPRIMENTARAM PELO MEU ANIVERSÁRIO. Ow, obrigada! Mesmo! Muito amorzinho da parte de vocês ♥

8. Como meu chefe tentou estragar meu aniversário (e conseguiu por, tipo, umas 9 horas dele), eu decidi que NÃO IA TRABALHAR DIA 21. E não fui. Matei o trampo. Pra não bater a culpa de ser desonesta eu fui fazer o meu próprio presente de aniversário e fui com minha tia doar sangue na minha própria campanha (aliás, falando nisso, até agora DOZE pessoas já vieram me falar que doaram. Obrigada, obrigada!). Doei, voltei pra casa antes das 10h e DORMI O DIA INTEIRO, ME JULGUEM. Claro que meu chefe achou que eu tinha enchido a cara no dia 20 e não fui trabalhar porque estava de ressaca. Babaca pra caralho, né? Eu não esperava nada diferente.


9. Meus pais fizeram 30 anos de casados no dia 20 (casaram no civil dia 17, mas toda a vida comemoraram dia 20, que foi o dia do religioso). Reza a lenda que era pra eu ter nascido dia 19, que mamãe sentiu dores e chegou a ir pro hospital, mas mandou um "AH, NÃO VAI NASCER HOJE NÃO, O COMBINADO ERA AMANHÃ". Aí voltou pra casa e no dia 20 bem cedinho já tava na maternidade. A gente não pode negar que a mulher sabe economizar na festa, né?
Eis aqui uma foto dos meus pais em 20/12/1986:



10. Eu também preciso falar sobre os meus pais e de como essas duas criaturas aí em cima são responsáveis por tudo o que eu sou, por tudo o que eu tenho e por tudo o que um dia eu possa me tornar. O tanto que eu amo meus pais é um bagulho que 2016 também botou em evidência.


11. 2016 também me fez voltar (ou começar) a acreditar um pouco em religião. Pode ser porque o ano foi uma merda, porque a grana tava curta ou porque em todos os momentos em que eu me botei em estado de prece e rezei as coisas meio que deram uma acalmada. Não sei e sou cética demais, pra mim tudo ainda por ser uma grande coincidência, nunca se sabe. Eu PRECISO falar sobre isso também, 2017 já começa com muitos assuntos encaminhados.


12. Eu ainda devo voltar com pelo menos mais 2 posts esse ano (um deles já tá programado e é certeza, o outro só virá se eu conseguir falar de pelo menos um desses assuntos aí em cima), mas caso a preguiça vença eu só gostaria de desejar a todos vocês um 2017 melhor que 2016 - e isso vale pra quem teve um ano merdoso e um ano maravilhoso. Que seja melhor. Que seja SEMPRE melhor. A gente merece.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

No novo tempo, apesar dos perigos, da força mais bruta e da noite que assusta...

aka "Retrospectiva 2016 - parte 1"

*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.**.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*

Recapitulando dezembro de 2015...
Meu aniversário, férias, comida, família, várias festas... Dezembro é sempre um mês intenso e maravilhoso. Ano passado fiz festa de aniversário num videokê, numa tarde ensolarada de sábado, e foi tudo de bom. Que mulherrrrrr é dezembro!

PONTO ALTO
Meu aniversário! Claro!

PONTO BAIXO
Não teve. Dezembro geralmente é um mês maravilhoso!




Janeiro
Tags: Bethânia, Cartas, Autoconhecimento


PONTO ALTO
Em janeiro eu fiz o lance das 30 cartas pra pessoas que eu gostaria de escrever coisas, um baita exercício de autoconhecimento e de coisas que eu precisava dizer, mas não tinha coragem ou oportunidade (pra maioria delas ainda não tive). Foi o começo do fechamento (?) do processo de autoconhecimento que eu vinha fazendo na terapia. Teve também um convite inesperado pra ver a apresentação da Mangueira (a escola de Samba) com vários convidados, inclusive a Bethânia e o Chico. Foi um mês maravilhoso e cheio de coisas inesperadas que me fizeram crer que o ano seria bem bom.

PONTO BAIXO
Eu tava sem trampo, então a grana foi BEM CURTA.


__________

Fevereiro
Tags: Carnaval, Idade, Coragem


PONTO ALTO
Meu Deus, o Carnaval......... Como o Carnaval desse ano foi lindo!
Pra variar eu não saí de São Paulo (ainda sem grana, né?) e, pra variar, a minha festa foi na rua. Teve o aniversário de uma amiga queridíssima no meio dele e várias outras coisinhas deliciosas que rolaram, inclusive um final de semana inesperado no litoral por causa de um freela do meu pai.

PONTO BAIXO
Eu estava sóbria, eu juro. Na verdade, eu só tinha tomado ÁGUA e SUCO, então nem bebida alcoólica eu tinha tomado. A culpa foi da idade (não sou mais um neném, infelizmente) e do calor do capeta, mas minha pressão caiu DO NADA no meio de um bloco de Carnaval e eu tive que abandonar a farra em um dos dias. Amigo com alma russa, meu fiel escudeiro (também sóbrio), também passou mal e nós dois passamos um agradável momento sentados num ponto de ônibus nas Perdizes esperando o ônibus pra ir pro metrô Madalena e vomitando em banheiros de bares enquanto víamos a treta na apuração do Carnaval de São Paulo. Foi bonito? Não foi. Foi intenso? Ô SE FOI.



___________




Março
Tags: Centrão, DiCaprio, Camisa amarela da seleção e protesto na Paulista

PONTO ALTO
Bom, acho que foi o último mês do ano com as coisas realmente e totalmente boas. Comecei o freela no centrão, Leonardo DiCaprio ganhou um Oscar, eu reparei que só amei mesmo, DE VERDADE, alguém que não fosse da minha família e por quem eu tinha sentimentos... Digamos... Carnais....


PONTO BAIXO
Foi em Março que começou a patifaria do impeachment. Foi em março que eu simplesmente PAREI de assistir jornais porque eu simplesmente passava tempo demais gritando com a TV e reclamando de todo mundo sendo filho da puta e ficando nervosa pra caramba com isso.


___________




Abril
Tags: Daiso Japan. Desilusão. Cilada.


PONTO ALTO
Eu descobri a existência da Daiso Japan. Eu não morri.

PONTO BAIXO
O cara louco entrando armado no Busão com a cara de quem tava totalmente desorientado e ia fazer merda e reparando que tava no ônibus errado, descendo dele tão repentinamente quanto entrou e me deixando com o cu na mão. Ou pode ser eu ter saído de novo com o Bunda Mole, caindo de novo no comportamento babaca dele, é possível.


___________




Maio
Tags: trabalho (x3)


PONTO ALTO
Eu arrumei um emprego exatamente uma semana após acabar o freela do Centrão, o que de certa forma diminuiu a sensação da PINDAÍBA em que eu estava. Foi em maio também que eu percebi que muito além de ser um alívio cômico para os meus dias, o Grupo Parmera poderia ser também um lugar pra eu encostar (figurativamente) minha cabecinha e chorar (não tão figurativamente).

PONTO BAIXO
Eu arrumei um emprego exatametne uma semana após acabar o freela do Centrão - mas eu ainda não tinha como saber que esse trabaçho ia ser uma benção e uma maldição, então eu talvez esteja sendo injusta ao apontar isso como algo negativo desse mês, mas eu SINCERAMENTE não ligo porque nada nesse emprego é certo ou justo mesmo, então foda-se.

___________


Junho
Tags: PARMERA, PAIXONITE, PUTA QUE PARIU A POLÍTICA DESSE PAÍS.



PONTO ALTO
12 de Junho, Palmeiras e Corinthians. Clássico. Vitória verde. No mesmo final de semana uma cantada inesperada de um moço maravilhoso por quem eu secretamente tinha uma quedinha desde.... Sei lá... 2011, talvez.

PONTO BAIXO
PUTA QUE PARIU A POLÍTICA DESSE PAÍS.

___________


Julho
Tags: Lo Borges - Samuel Rosa ♥


PONTO ALTO
Ver Lo e Samuel juntos por menos de cinquenta golpes no Sesc Pinheiros e rever uma amiga queridíssima no processo.

PONTO BAIXO
Todo o resto do mês, creio eu. Foi em julho que eu meio que desisti de 2016

___________


Agosto
Tags: Olimpíadas


PONTO ALTO
MEU DEUS, TEVE OLIMPÍADAS. COMO É LINDO TER OLIMPÍADAS. VOLTA COPA, VOLTA OLIMPÍADAS.


PONTO BAIXO
Todo o resto. Hahaha
Eu sinceramente poderia lançar um "todo o resto" pra todos os outros meses de agosto até dezembro que não seria mentira. A paixonite que eu tava sentindo ali atrás acabou com o cara sendo um tremendo babaca e em agosto eu estava REALMENTE irritada e mal por causa disso. A sorte é que teve Olimpíadas, porque senão eu teria ficado muito mal.


___________


Setembro
Tags: Luto (o substantivo, não o verbo)


PONTO ALTO
Não teve. Eu teria que ser muito Pollyana pra dizer que as notícias de setembro me fizeram sentir menos o que aconteceu em Agosto, mas eu não sou Pollyana. As notícias de setembro só se acumularam com as notícias de agosto e eu me senti mais mal que tudo.

PONTO BAIXO
Notícias sobre a morte de um cara por quem eu fui absurdamente apaixonada. Uma morte boba, estúpida, completamente desnecessária e idiota.

___________




Outubro
Tags: Parmera, Rio Djanero.

PONTO ALTO
Meu Deus, como as pessoas do Grupo Parmera são maravilhosas. A gente se articulou em segredo e fez a melhor coisa de 2016 so far: Uma festa de aniversário supresa pra um de nós (ouso dizer que está no TOP 3 no quesito "melhores pessoas"). Foi lindo, foi emocionante, foi cheio de momentos maravilhosos que vão ficar pra sempre na minha memória e no coração. Como essas pessoas são maravilhosas.
Ah, e teve o Rio Djanero. Eu não fui pra lá, mas POR CAUSA DELE eu tive uma das coisas mais legais do ano também (e ainda não posso falar sobre isso porque o crime não prescreveu).

PONTO BAIXO
Eu não lembro de muita coisa ruim sobre outubro. Surpreendentemente. Talvez o ponto baixo tenha sido o trabalho, mas desde maio ele tem sido ruim, então OK.

___________


Novembro
Tags:  Futebol, luto (o substantivo novamente), grandes surtos de raiva


PONTO ALTO
PALMEIRAS CAMPEÃO NACIONAL, PUTA QUE PARIU, QUE TIME MARAVILHOSO. QUE VIDA MARAVILHOSA. QUE DELÍCIA DE CAMPEONATO. Eu achei que fosse demorar muito tempo pra eu ver o Parmera Campeão em um campeonato de pontos corridos, mas ACONTECEU. 
Novamente tudo ficou uns 300% melhor por causa do Grupo Parmera.

PONTO BAIXO
A Chapecoense, caras. A Chapecoense :(


___________


Dezembro


Dezembro eu vou resumir mais pra frente como sempre. Mas é quase a metade dele e até agora eu tive mais pontos negativos que positivos. Tio da minha mãe (outro) faleceu, minha Bisa tá sentindo o baque profundamente, o trabalho tá uma zona (eu preciso escrever sobre meu chefe), a grana tá curtíssima e o país tá indo de mal a pior. Por sorte ainda faltam os eventos salva ano: Meu aniversário, o Natal e o Ano Novo, de modo que, embora eu não queira fazer nada dia 20 (meu aniversário), eu ainda tenho esperança de que alguma coisa boa de fato aconteça. Fiquem ligadinhos.